Boldenona ? O que é ?

A boldenona, é uma medicação utilizada apenas na veterinária, que não é comercializada para seres humanos.

Ainda assim, não são incomuns notícias de fisiculturistas que a utilizam, em função de suas propriedades de esteroide anabolizante.

Fica, por conseguinte, uma dúvida na maioria das pessoas. Afinal de contas, a boldenona é positiva ou negativa? Ela faz bem ou mal? Existem outros produtos que podem ser utilizados em vez dela?

Cada um é responsável pelo que utiliza e da forma que o faz. É por este princípio que se guiam aqueles que fazem uso de produtos como a boldenona.

Principalmente porque no caso desta medicação, ela é disponibilizada apenas para consumo veterinário e não humano.

No caso de seres humanos, entretanto, ela é utilizada por alguns fisiculturistas e por quem deseja ganhar massa muscular.

Além disso, a boldenona também promete auxiliar na perda de peso, queimando gordura corporal.

A composição da boldenona é a base de um derivado da testosterona, hormônio masculino conhecido por quem deseja a hipertrofia.

Ela foi desenvolvida ainda na década de 1940 no exterior.

A fórmula deste produto prioriza um baixo índice de componentes estrogênicos.

Ademais, ela é indicada especialmente por quem quer ganhos de médio a longo prazo. Muitas vezes é complementada por outra substância ou suplemento.

Entre os fisiculturistas, quem opta pela boldenona provavelmente está em dúvida entre ela e o Deca Durabolin.

Boldenona ? O que é ? 1
Boldenona produzido pela Thunder Pharma
Boldenona ? O que é ? 2
Boldenona produzido pela USP Labs.

Como usar

É difícil falar em dosagem ideal, assim como da duração do ciclo, para esta droga em particular.

Não só por conta da inexistência de estudos, mas também porque ela é normalmente associada a outros produtos, o que traz uma variabilidade grande.

Ter como base a dosagem exposta na embalagem ou na bula do produto é um erro grave.

A boldenona é comercializada para bois e cavalos, portanto estas informações dizem respeito a estes animais. A sobredosagem é grave e pode trazer riscos profundos à saúde.

O que se sabe sobre a boldenona e seu ciclo, em suma, vem da prática por quem a utiliza.

Existem duas grandes opções, as quais estão listadas abaixo – ambos os ciclos têm 12 semanas como base.

1. Opção 1: 600 mg semanais, visando a perda de peso e a redução do índice de gordura corporal

2. Opção 2: 800 mg semanais, visando o aumento de massa muscular

Por fim, existem as recomendações voltadas às mulheres. Estas devem, no máximo, utilizar de 50 mg a 100 mg por semana, a fim de evitar os efeitos colaterais envolvendo os hormônios. Isto apenas ameniza, mas não anula completamente a virilização.

Ressaltamos ainda que, entre cada ciclo, deve haver um intervalo de no mínimo 4 semanas, para amenizar os efeitos colaterais. Isto serve tanto para os homens quanto para as mulheres.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais da boldenona , aparecem com mais ênfase quando há sobredosagem.

Caso sinta algum deles, interrompa imediatamente o uso da boldenona e procure um médico.

Aliás, a própria possibilidade de ocorrência de algum deles já faz com que seja indicado o acompanhamento regular com um profissional da medicina.

Faça isso antes e durante o ciclo com boldenona, caso resolva mesmo usá-la.

  • Maior ocorrência de câncer no fígado e câncer de próstata;
  • Acne;
  • Colesterol ruim (LDL) elevado e colesterol bom (HDL) reduzido;
  • Virilização em mulheres;
  • Ginecomastia em homens (aumento das mamas);
  • Alterações no humor, em particular com agressividade;
  • Dores de cabeça;
  • Queda de cabelo;
  • Aumento da pressão;
  • Náusea e vômito;
  • Aumento ou redução brusca no apetite;
  • Depressão, estresse e ansiedade;
  • Retenção de líquidos.

Contra indicações

Por si só, a boldenona traz uma contraindicação de suma importância e até mesmo um tanto contraditória com o artigo. Esta é a sua utilização em seres humanos.

Isto por ser uma droga utilizada em animais e não haver estudos nem fiscalização o suficiente para garantir a segurança para a nossa espécie.

Além disso, a boldenona não tem contraindicações muito distintas daquelas de outros esteroides anabolizantes. Eles são os seguintes:

  • Pacientes com problemas no fígado;
  • Pacientes com problemas renais;
  • Pacientes com doenças cardiovasculares;
  • Mulheres (principalmente se grávidas ou em amamentação);
  • Crianças;
  • Idosos;
  • Doenças na próstata ou nas glândulas mamárias.

Deixe um comentário