Androxon ? O que é, como usar, ciclo, benefícios, efeitos colaterais

Androxon surge no mercado como um medicamentado para reposição de testosterona. Muitos homens, seja pelo avanço da idade, seja por problema psicológico, sofrem com a diminuição da testosterona no organismo.

A testosterona é o hormônio que está ligado diretamente às funções sexuais, pois ela é capaz de aumentar a libido, potencializando uma boa relação sexual.

Além do assunto sobre sexo, a testosterona também está relacionada a outros assuntos que fazem bem à saúde, como diminuição do nível de estresse, melhorar da forma física e aumento de força.

Por esses assuntos, quando os níveis de testosterona são baixos nos homens, muito procuram repô-los. E há diversos medicamentos no mercado para isso. Entretanto, muitos causam efeitos colaterais que tornam o tratamento cansativo e doloroso.

O Androxon é um medicamento que é utilizado para a terapia de reposição de testosterona no organismo dos homens que sofrem com distúrbios hipogonadais.

É um medicamento que não causa dano ao fígado, pois é absorvido através do sistema linfático, que é responsável pelo transporte de fluídos no organismo, o que faz com que ele não interfira nesse processo, por isso que é bastante recomendado pelos médicos.

 

Androxon ? O que é, como usar, ciclo, benefícios, efeitos colaterais 1

Androxon produzido pela King Pharma

 

Androxon ? O que é, como usar, ciclo, benefícios, efeitos colaterais 2

Androxon produzido pela Tiger Pharma

 

Como usar Androxon

Sempre tome este medicamento conforme as orientações do seu médico ou farmacêutico. Verifique com seu médico ou farmacêutico se não estiver certo da dosagem ou modo de administração.

Você deve tomar este medicamento junto com as refeições.

Tome as cápsulas inteiras, sem mastigar, com auxílio de algum líquido.

Recomenda-se que metade da dose diária seja tomada pela manhã e a outra metade após o jantar.

Efeitos colaterais do Androxon

Como todo medicamento causa, o Androxon também não está livre dos seus efeitos colaterais. Embora tenha sido feito estudos, algumas reações puderam ser observadas. Algumas aconteceram por mais vezes, outras me menor escala, mas se fizeram presentes naqueles que utilizaram o medicamento.

Entre as reações adversas encontradas, estão as:

  • coceira;
  • acne;
  • náusea;
  • alteração nos níveis de colesterol;
  • depressão;
  • nervosismo;
  • alterações de humor;
  • dor muscular;
  • retenção de líquidos nos tecidos;
  • aumento da pressão;
  • ereção prolongada e dolorosa no pênis;
  • formação de esperma alterada;
  • crescimento da próstata em homens de idades mais avançadas;
  • diarreia e dor ou desconforto no estômago durante o uso do medicamento.

Consulte um médio, antes de pensar em comprar o Androxon e siga as orientações da bula.

Contra indicações

Como todo medicamento, o Androxon possui algumas contraindicações que devem ser respeitadas e evitadas por pessoas quem foram impossibilitadas de fazerem o seu uso. Os homens que devem evitar o uso do medicamento são:

  • Tiveram ou apresentam câncer de mama ou de próstata, ou que tenham suspeita de terem essas doenças;
  • Apresentam alergia à substância ou a qualquer componente presente na fórmula do medicamento;

É um medicamento feito para uso masculino. Portanto, é contraindicado para o uso de mulheres.

O tratamento de reposição da testosterona pode aumentar o tamanho da próstata, especialmente nos homens idosos. Portanto, caso o homem queira fazer utilização do medicamento, deverá ter o acompanhamento do médico para saber a sua real situação e se realmente poderá fazer uso do remédio.

Em algumas situações, o médico também deverá dar a liberação para o uso do medicamento. Entre algumas situações, estão:

  • Câncer renal ou pulmonar;
  • Doença do coração, dos rins ou do fígado;
  • Pressão alta;
  • Diabetes;
  • Dor de cabeça.

Caso o homem tenha alguma desses problemas ou já teve, deverá informar ao médico, pois a ausência dessa informação, junto com o uso do medicamento, poderá trazer complicações futuras.

Androxon Testocaps não deve ser utilizado por mulheres, assim este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam estar grávidas, ou por mulheres que estejam amamentando.

Em homens, o tratamento com Androxon Testocaps pode levar a problemas de fertilidade por repressão da formação de esperma.

Caso esteja planejando ter um bebê, peça aconselhamento de seu médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento.

Posologia do Androxon

A dose recomendada é de 3 a 4 cápsulas ao dia, durante as primeiras 2 a 3 semanas, seguida por diminuição gradativa da dose para 1 a 3 cápsulas ao dia.

Se você tiver a impressão de que o efeito deste medicamento está muito forte ou muito fraco, informe ao seu médico ou farmacêutico imediatamente.

Características farmacológicas

O Undecilato de Testosterona (substância ativa) é um éster do androgênio testosterona que ocorre naturalmente. A forma ativa, testosterona, é formada pela quebra da cadeia lateral.

A testosterona é o androgênio mais importante no sexo masculino, sintetizado principalmente nos testículos e, em menor proporção, no córtex adrenal.

A testosterona é responsável pela expressão das características masculinas durante o desenvolvimento fetal, início da infância e puberdade e, posteriormente, para manutenção do fenótipo masculino e funções androgênio-dependentes (por exemplo, espermatogênese, glândulas sexuais secundárias).

A secreção insuficiente de testosterona resulta em hipogonadismo masculino caracterizado por baixas concentrações séricas de testosterona. Os sinais e sintomas associados ao hipogonadismo masculino incluem, mas não se limitam a, disfunção erétil e diminuição da libido, fadiga, depressão assim como ausência das características sexuais secundárias, seu desenvolvimento incompleto, ou sua regressão, aumento do risco de osteoporose, aumento de gordura visceral e diminuição da massa corporal magra e força muscular. Androgênios exógenos são administrados para melhorar os níveis deficientes de testosterona endógena e os sinais e sintomas relacionados.

Dependendo do órgão-alvo, o espectro de atividade da testosterona é principalmente androgênico (por exemplo, próstata, vesículas seminais, epidídimo) ou anabólico (proteínas) nos músculos, ossos, rins, fígado e na hematopoiese.

Os efeitos da testosterona em alguns órgãos manifestam-se após conversão periférica da testosterona a estradiol, que então se liga aos receptores de estrogênio no núcleo de células-alvo, como por exemplo, da hipófise, do tecido adiposo, do cérebro, dos ossos e das células testiculares de Leydig.

Em homens com hipogonadismo, os androgênios diminuem a massa de gordura corporal, aumentam a massa corporal magra e força muscular e previnem a perda óssea. Os androgênios podem melhorar a função sexual e também exercer efeitos psicotrópicos positivos devido à melhora do humor.

Preço médio

Está entre R$ 70,00 e R$80,00

Deixe um comentário